Trombose Venosa Profunda - Dr. Rodrigo Bono Fukushima

Doenças > Doenças Venosas

Trombose Venosa Profunda

Divisor Artérias

O que é Trombose Venosa Profunda?

A Trombose Venosa Profunda (TVP) é formação de coágulo em uma veia profunda. Pode acometer qualquer veia, mas é mais frequente nos membros inferiores. Quando o coágulo se forma no interior de uma veia, o sangue deixa de circular por ela. Por conta disto, surgem sintomas de dor e inchaço de início súbito no membro acometido.

Imagem Trombose Venosa Profunda
 

Mas por que a trombose venosa profunda ocorre?

Para entender por que ela ocorre, é importante saber os mecanismos que não deixam isto acontecer. O sangue deve circular sempre mantendo um fluxo com velocidade adequada. As veias devem ter suas paredes internas íntegras e devemos apresentar padrões normais de fatores responsáveis pela coagulação.

Desta forma, podemos dizer que as tromboses venosas ocorrem por falha ou alteração em algum destes três fatores:

  • O sangue passa a circular mais lentamente: ficar sentado muito tempo no avião, repouso no leito após cirurgias, imobilização de fraturas, dilatação exuberante das veias - varizes; etc.
  • Perda da integridade da parede interna das veias: infusão de medicamentos, drogas, quimioterapia; lesão das veias em acidentes graves; etc.
  • Alteração dos fatores de coagulação: doenças da coagulação - trombofilias.

Os principais fatores associados com o aparecimento das tromboses são o uso de anticoncepcionais e reposicão hormonal para menopausa, tabagismo, presença de varizes, tumores malignos, obesidade ou a história prévia de trombose venosa.

Por que a trombose venosa é grave?

Um trombo formado na perna pode se desprender (embolia), cair na circulação e parar no pulmão (embolia pulmonar). No pulmão, ocorre o entupimento das artérias, levando a falta de oxigenação. Nestes casos, o paciente pode queixar-se de falta de ar, tosse seca e dor para respirar. Infelizmente, em alguns casos, o paciente pode evoluir para óbito.

Imagem Trombose Venosa Profunda - Embolia Pulmonar

Por este motivo a trombose venosa profunda deve ser diagnosticada o quanto antes e o seu tratamento deve ser imediato.

Já numa fase mais tardia (crônica), o paciente pode apresentar sintomas por conta de sequelas deixadas nas veias pela trombose. Estes sintomas fazem parte da Síndrome pós-trombótica.

Sintomas tardios:

  • Pigmentação escura da pele (dermatite ocre)
  • Perda de pêlos
  • Ressecamento da pele
  • Varizes de grosso calibre no membro acometido pela trombose
  • Inchaço crônico diário
  • Úlceras no membro acometido pela trombose

Mais uma vez, para prevenir que estes sintomas apareçam, o tratamento da trombose venosa profunda deve ser feito adequadamente e o mais cedo possível.

×
Olá,
Como podemos ajudá-lo?
error: Conteúdo protegido