Doença Carotídea - Dr. Rodrigo Bono Fukushima

Tratamentos > Tratamentos Arteriais

Doença Carotídea

Divisor Artérias

A angioplastia é uma cirurgia minimamente invasiva feita para desobstruir as artérias. É uma técnica sofisticada e simples, que tem como objetivo prevenir o acontecimento de um derrame.

Imagem Doença Carotídea

No procedimento, o cirurgião vascular usa um cateter, que é inserido dentro da artéria para facilitar o fluxo sanguíneo e abrir espaço. A técnica é importante para fazer com que o sangue chegue ao cérebro corretamente.

A inserção do stent por meio endovascular em carótida é comumente auxiliado da dilatação do vaso antes do depois do procedimento. A recuperação do fluxo sanguíneo pela angioplastia permite a passagem do sangue ao cérebro.

×
Olá,
Como podemos ajudá-lo?
error: Conteúdo protegido